Blogger Backgrounds

terça-feira, 31 de agosto de 2010

SALVE O CORINTHIANS!!!


1º de setembro de 2010 - Centenário do Corinthians.

Como deixar de felicitar esse time, esse clube, essa nação?

Sou corinthiana desde sempre, assisto aos jogos e vibro com as vitórias, fico triste com as derrotas (por alguns poucos minutos), pois sei que dali alguns dias a vitória chegará. E, se não chegar... pouco importa... o bom é torcer... pelo Corinthians!

Que o Timão possa nos dar muitas alegrias.

Salve o Corinthians!!!

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

UMA GRANDE MULHER

Existem pessoas que não passam pelo mundo simplesmente, mas fazem da vida uma oportunidade de crescimento próprio e ajuda para que outros cresçam também.

Uma dessas pessoas é Dorina de Gouvêa Nowill e, para que a conheçam melhor, ao lado está um PPS que conta um pouco de sua vida.

A Sra. Dorina parte levando na bagagem uma vida de trabalho, respeito e muito amor.

Que ela continue a crescer e levar amor àqueles que dela se acercarem.

Muita luz para seu caminho.

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

CAMINHOS

Cada caminho é apenas um entre um milhão de caminhos. Portanto, você deve ter sempre em mente que um caminho não passa de um caminho. Se você achar que não o deve seguir, não precisa segui-lo, de modo algum.

Um caminho é apenas um caminho. Não é uma afronta para você ou outros se o largar, se for isso que o seu coração lhe aconselha. Mas a sua decisão de continuar no caminho ou abandoná-lo deve ser livre de medo ou de ambição.

Eu lhe aviso; examine cada caminho com atenção e propósito.

Experimente-o tantas vezes quantas julgar necessário.

Depois, faça uma pergunta a você, e só a você.

É a seguinte: esse caminho tem coração ?



Todos os caminhos são os mesmos. Não levam a lugar algum.

Há caminhos que passam pelo mato, ou vão para dentro do mato ou sob o mato.

A única pergunta é se esse caminho tem coração.

Se tiver, o caminho é bom.

Se não, não tem utilidade.

(Castañeda)

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

GOSTA DE PEIXE?

Para quem gosta de peixe, dou uma receita que é uma delícia. É fácil e faz o maior sucesso!!!

Bom apetite!!! Bom final de semana!!!


PEIXE AO MOLHO DE UVAS


4 filés de linguado, de 250 g. cada um
- sal
- pouco de farinha de trigo
- azeite

Molho

4 colheres (sopa) de manteiga sem sal, bem gelada
400 g. de uvas tipo Itália, bem firmes
1 colher (sopa) de caldo de limão coado
1 colher (sopa) de salsa picadinha

Guarnição

8 batatas médias, cozidas em água e sal

MODO DE PREPARAR

1. Lave bem as uvas, corte-as ao meio e elimine as sementes. Pele-as delicadamente, cuidando para que não se dilacerem e reserve-as.
2. Lave os filés, enxugue-os e tempere-os com sal a gosto. Deixe-os descansar 15-20 minutos.
3. Passe-os ligeiramente pela farinha de trigo e grelhe-os na chapa levemente untada com azeite ou óleo.
4. Enquanto isso, leve a manteiga ao fogo, deixe-a derreter completamente e junte as uvas. Refogue por 5 minutos, em fogo baixo.
5. Acrescente o caldo de limão e a salsa, retire do fogo e despeje sobre os filés dispostos em uma travessa.
6. Sirva imediatamente, acompanhadas com as batatas cozidas.

terça-feira, 17 de agosto de 2010

JÁ...

Já escondi um amor com medo de perdê-lo,
Já perdi um amor por escondê-lo...

Já segurei nas mãos de alguém por estar com medo,
Já tive tanto medo, ao ponto de nem sentir minhas mãos.

Já expulsei pessoas que amava de minha vida,
Já me arrependi por isso...

Já passei noites chorando até pegar no sono,
Já fui dormir tão feliz,
Ao ponto de nem conseguir fechar os olhos...

Já acreditei em amores perfeitos,
Já descobri que eles não existem...

Já amei pessoas que me decepcionaram,
Já decepcionei pessoas que me amaram...

Já passei horas na frente do espelho
Tentando descobrir quem sou,
Já tive tanta certeza de mim,
Ao ponto de querer sumir...

Já menti e me arrependi depois,
Já falei a verdade
E também me arrependi...

Já fingi não dar importância a pessoas que amava,
Para mais tarde chorar quieto em meu canto...
Já sorri chorando lágrimas de tristeza,
Já chorei de tanto rir...

Já acreditei em pessoas que não valiam a pena,
Já deixei de acreditar nas que realmente valiam...

Já tive crises de riso quando não podia...
Já senti muita falta de alguém,
Mas nunca lhe disse...

Já gritei quando deveria calar,
Já calei quando deveria gritar...
Muitas vezes deixei de falar o que penso para agradar uns,
Outras vezes falei o que não pensava para magoar outros...

Já fingi ser o que não sou para agradar uns,
Já fingi ser o que não sou para desagradar outros...

Já contei piadas e mais piadas sem graça,
Apenas para ver um amigo mais feliz...

Já inventei histórias de final feliz
Para dar esperança a quem precisava...

Já sonhei demais,
Ao ponto de confundir com a realidade...

Já tive medo do escuro,
Hoje no escuro "me acho..me agacho..fico ali"...

Já caí inúmeras vezes
Achando que não iria me reerguer,
Já me reergui inúmeras vezes
Achando que não cairia mais...

Já liguei para quem não queria
Apenas para não ligar para quem realmente queria...

Já corri atrás de um carro,
Por ele levar alguém que eu amava embora.

Já chamei pela mamãe no meio da noite
Fugindo de um pesadelo,
Mas ela não apareceu
E foi um pesadelo maior ainda...

Já chamei pessoas próximas de "amigo"
E descobri que não eram;
Algumas pessoas nunca precisei chamar de nada
E sempre foram e serão especiais para mim...

Não me dêem fórmulas certas,
Porque eu não espero acertar sempre...
Não me mostre o que esperam de mim,
Porque vou seguir meu coração!...

Não me façam ser o que eu não sou,
Não me convidem a ser igual,
Porque sinceramente sou diferente!...

Não sei amar pela metade,
Não sei viver de mentiras,
Não sei voar com os pés no chão...

Sou sempre eu mesma,
Mas com certeza não serei a mesma para sempre

(Clarice Lispector - foto)

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

33 ANOS SEM ELVIS PRESLEY


O jeito de Elvis, a música de Elvis fizeram parte de minha juventude e, ele vive a cantar aqui na minha casa. Passei essa admiração aos filhos e agora às netas que, quando ele começa a cantar já dizem: é o Elvis!!

Então... Elvis não morreu! Ele vive na nossa lembrança, na sua música, no seu jeito...

Que ele receba nosso agradecimento e nossa vibração...

Salve Elvis!!!

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

CANÇÃO DO SONHO ACABADO

Já tive a rosa do amor
- rubra rosa, sem pudor.
Cobicei, cheirei, colhi.
Mas ela despetalou
E outra igual, nunca mais vi.
Já vivi mil aventuras,
Me embriaguei de alegria!
Mas os risos da ventura,
No limiar da loucura,
Se tornaram fantasia...
Já almejei felicidade,
Mãos dadas, fraternidade,
Um ideal sem fronteiras
- utopia! Voou ligeira,
Nas asas da liberdade.
Desejei viver. Demais!
Segurar a juventude,
Prender o tempo na mão,
Plantar o lírio da paz!
Mas nem mesmo isto eu pude:
Tentei, porém nada fiz...
Muito, da vida, eu já quis.
Já quis... mas não quero mais...



Cecília Meireles

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

SER EFICIENTE E FAZER BONITO

Ser eficiente naquilo a que se propõe fazer - resultados são quase sempre muito bons. Mas se, aliado à eficiência, o trabalho possa ser feito de maneira bonita - o resultado quase sempre é positivo, mas também enche os olhos, dá alegria.

Foi isso o que vi no jogo do Brasil ontem: eficiência e beleza. Além disso, a alegria, a satisfação por estar lá, por ter sido escolhido... ficou muito claro no semblante dos garotos. Muito se comenta da atuação de Neymar, Ganso, mas gostei mesmo do Lucas (foto).

Foi resgatada a imagem do melhor futebol do mundo. Tomara que continuem assim...

terça-feira, 10 de agosto de 2010

FIQUEI INDIGNADA!

Como meus amigos sabem, de vez em quando envio PPS com informações sobre a "Lei Maria da Penha", pois acho importante que as pessoas, principalmente as mulheres tenham informações sobre ela.

Há alguns dias recebi mensagem de uma mulher, onde ela falava do caso Bruno, dizendo que estava feliz com o fim que a moça teve. Dizia que mulher que procede como ela deve mesmo ter esse fim.

Fiquei assustada ao ver seu posicionamento, afinal, era a visão de uma mulher. Visão de quem nem imagina o que uma mulher pode sofrer - falta de respeito, violência física, violência emocional sem saber a quem recorrer. Ela tem medo, ela sofre, ela chora.


Pensando no sofrimento de tantas mulheres, por que me calar e não divulgar a lei que poderá ajudá-las? É o que continuarei fazendo...

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

CONSTRUINDO PONTES

Dois irmãos, que moravam em fazendas vizinhas, separadas apenas por um riacho, entraram em conflito. Foi a primeira grande desavença em toda uma vida de trabalho lado a lado. Mas agora tudo havia mudado. O que começou com um pequeno mal entendido, finalmente explodiu numa troca de palavras ríspidas, seguidas por semanas de total silêncio.

Numa manhã, o irmão mais velho ouviu baterem na sua porta. Ao abri-la, notou um homem com uma caixa de ferramentas de carpinteiro na mão.

- Estou procurando trabalho, disse ele. Talvez você tenha algum serviço para mim.

- Sim, disse o fazendeiro. Claro! Vê aquela fazenda ali, além do riacho? É do meu vizinho. Na realidade do meu irmão mais novo. Nós brigamos e não posso mais suportá-lo. Vê aquela pilha de madeira ali no celeiro? Pois a use para construir uma cerca bem alta.

- Acho que entendo a situação, disse o carpinteiro. Mostre-me onde estão a pá e os pregos.

O irmão mais velho entregou o material e foi para a cidade. O homem ficou ali cortando, medindo, trabalhando o dia inteiro. Quando o fazendeiro chegou, não acreditou no que viu: em vez da cerca, uma ponte foi construída ali, ligando as duas margens do riacho. Era um belo trabalho, mas o fazendeiro ficou enfurecido e falou:

- Você foi atrevido construindo essa ponte depois de tudo de que lhe contei.

Mas as surpresas não pararam aí. Ao olhar novamente para a ponte viu o seu irmão se aproximando de braços abertos. Por um instante permaneceu imóvel do seu lado do rio. Mas, de repente, num só impulso, correu na direção do outro e abraçaram-se, chorando no meio da ponte. O carpinteiro que fez o trabalho partiu com sua caixa de ferramentas.

- Espere, fique conosco!

E o carpinteiro respondeu:

- Eu adoraria, mas tenho outras pontes a construir...

(Autor Desconhecido)



sexta-feira, 6 de agosto de 2010

AS MÃOS DE MEU PAI

As tuas mãos tem grossas veias como cordas azuis
sobre um fundo de manchas já cor de terra
— como são belas as tuas mãos —
pelo quanto lidaram, acariciaram ou fremiram
na nobre cólera dos justos...

Porque há nas tuas mãos, meu velho pai,
essa beleza que se chama simplesmente vida.
E, ao entardecer, quando elas repousam
nos braços da tua cadeira predileta,
uma luz parece vir de dentro delas...

Virá dessa chama que pouco a pouco, longamente,
vieste alimentando na terrível solidão do mundo,
como quem junta uns gravetos e tenta acendê-los contra o vento?
Ah, Como os fizeste arder, fulgir,
com o milagre das tuas mãos.

E é, ainda, a vida
que transfigura das tuas mãos nodosas...
essa chama de vida — que transcende a própria vida...
e que os Anjos, um dia, chamarão de alma...

(Mario Quintana)

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

COMO IRRITAR CADA SÍGNO

Sou uma capricorniana com ascendente em Libra e... o que é dito para irritar as pessoas do meu sígno... tem TUDO a ver. Se me chamarem um dia de irresponsável, nossa, nem sei o que faria!!! Me chamar de chata, fazer escândalo perto de mim, chegar atrasado a um encontro marcado, hummm, não vou gostar mesmo!!!

Qual é o seu sígno??? Veja se concorda com as possíveis irritações...


ÁRIES
Fale com eles dando uma enorme pausa entre as palavras.
Não deixe que eles falem, ou, se falarem, corte pelo meio.
Diga como quer que façam as coisas e fique controlando.
Não demonstre paixão e aja como se você não gostasse dele(a).
Levante a voz cada vez que se quiser fazer entendido.
Dê uns cascudos na cabeça dele(a) de vez em quando.
Lembre sempre que eles estão querendo aparecer e, no meio de um grupo, dirija-se a ele (a), advertindo - "Você fala eu, eu, eu, o tempo todo...”
Entre, sem pedir licença e alugue o tempo deles numa segunda feira de manhã.

TOURO
Gaste o dinheiro deles, peça para dar uma dentada no seu sanduíche ou na sua maçã, desperdice seu material, não devolva suas coisas.
Fale com eles bem apressado, pulando direto às conclusões.
Se estiver na casa de um deles, mude a posição dos objetos quando eles não estiverem olhando.
Se for possível, quebre estatuetas, bibelôs ou outros objetos de decoração da casa deles e depois pergunte - "Isto não tinha mesmo muita importância, não é?".
Encharque-se de perfume tipo "penteadeira de viuva", antes de andar de carro com eles.

GÊMEOS
Aborreça-os com lágrimas e longos monólogos sobre sua vida emocional.
Não converse com eles, em absoluto.
Monopolize-os numa festa de forma que eles não possam se movimentar nem conversar com mais ninguém.
Repita sempre - "De onde você tirou essa idéia?".
Peça a eles para fazerem menos movimentos com os braços e mãos em público, e quando iniciarem um assunto, diga: Isso eu já sei! ou então : "Lá vem você de novo!".
Abra a porta do quarto deles e berre: "Vai sair desse telefone ou não vai?"

CÂNCER
Insulte suas mães ( com classe, é claro).
Critique suas casas.
Advirta-os de que eles podem perder o emprego, ou que uma estrada está para ser construída passando exatamente onde está situada sua casa.
Diga que aquela foto de família pendurada na sala é brega e confunda o retrato da "vovozinha querida" com o Mike Tyson.
Critique todos os "ex." dele (a): ex. namorados(as), ex. maridos (esposas)  etc.
Jogue fora aqueles discos de Ray Coniff que ele(a) colecionava junto a outras raridades.
Descubra aquele cantinho que ele(a) gosta de ficar e dê uma "geral", mudando tudo de posição.
Pegue objetos da gaveta dele(a) e não os reponha no lugar.

LEÃO
Tente ensina-los alguma coisa da qual eles não entendam, e dê uma gozada no final, como se fossem completos ignorantes.
Ignore-os.
Esqueça o nome deles e pergunte "Qual é mesmo o seu nome?".
Em público, não os apresente às pessoas importantes.
Deboche do seu gosto, da sua elegância, da sua aparência.
Quando estiverem dramatizando um situação, ria quando o caso for triste, e faça caretas quando contarem uma piada.
Quando ele (a) perguntar após a transa: "Foi bom para você?" responda "...mais ou menos".
ão preste atenção em nenhuma de suas histórias e depois diga: "Desculpe, nem ouvi o que você estava falando".
Tire-os de cena, dizendo- "Depois você fala, tá? "

VIRGEM
Choramingue bastante.
Desarrume sua (dele) casa, atrapalhe sua programação, esqueça de atarraxar a pasta de dente.
Cheire feito um gambá.
Diante do armário do banheiro, indague "para que tanto remédio?".
Faça xixi na tampa da privada, ou, de preferência, no chão, em volta do vaso.
Critique o jeito deles se vestirem.
Diga que aquele dentinho torto é "um charme".
Use os vasos de planta deles como cinzeiro, e enterre os palitinhos de fósforo na terra.
Depois de abraçá-los longamente, revele que você está fazendo um tratamento
contra piolhos.

LIBRA
Diga bastante - "Isso é com você, decida logo!"-
Leve-os a locais feios.
Aja de forma grosseira em público, tire melecas, arrote, fale palavrões, vire cerveja na mesa, chame o garçom pelo nome, peça pizza de alho e depois tente beijá-lo (a).
Critique seus parceiros. Recuse-se a debater com eles.
Dê para ele (a) um CD de Tiririca.
Faça piadinhas do tipo - "com esse vestido você fica parecendo a garota propaganda da Ultragaz".
Peça sempre para ele(a) "descer do muro" e se assumir.

ESCORPIÃO
Faça perguntas pessoais.
Saiba muito sobre eles e dê isso a entender.
Obtenha mais sucesso do que eles e se vanglorie sobre isso; isto os mata .
Repita sempre -"Isso não é da sua conta!"
Abra e remexa suas gavetas.
Escreva coisas na sua agenda em código e depois deixe que ele (a) encontre "por acaso".
Cochiche com outras pessoas olhando para eles, rindo de vez em quando.

SAGITÁRIO
Dê a eles bastante responsabilidades.
Coloque realismo na sua filosofia.
Nunca ria das piadas deles.
Não tope nenhuma aventura ou quebra de rotina e esteja sempre de mau-humor.
Quando pintar AQUELA aventura, diga, com ar entediado -"Não estou afim..."
Não aceite nenhum tipo de disputa ou jogo.
Repita sempre - "Isso são horas?"
Faça todo o possível para impedir aquela viagem de férias dele (a).
Faça insinuações sobre a pouca cultura dos pais dele (a) ou de outros familiares.

CAPRICÓRNIO
Organize tudo para que se sintam inúteis.
Lembre-os de sua baixa posição social.
Embarace-os em público: faça escândalos, berre com eles, brigue com o caixa por causa deles.
Deixe-os esperando, nunca chegue na hora marcada.
Perca ou esqueça coisas importantes que ele (a) confiar a você: documentos, chaves, carteira.
Repita sempre "Você não tem responsabilidade!"
Nada chateia tanto um capricorniano como ser chamado de irresponsável
Insinue que ele(a) está saindo com o (a) chefe(a) para crescer na empresa.
Repita de tempos em tempos - "Você é um chato!"

AQUÁRIO
Torne-se pessoal e íntimo.
Ao encontrá-los, dê um longo abraço e fique apertando-o contra o peito, emocionado, lacrimejante.
Insista para que eles liguem várias vezes por dia para posicioná-los de seus movimentos.
Mude-se para a casa dele (a).
Faça-se passar por burro, tapado, e ainda queira ter razão.
Diga a eles o que "têm que fazer " e "quando e como fazer".
Exiba seus valores materiais na cara deles, tipo carro, jóias, dinheiro, posição social.
Pergunte sempre - "O que é que você está pensando?"
Cite seus amigos sempre pelo nome e sobrenome.

PEIXES
Diga para agarrarem-se a si mesmos.
Marque encontro com eles em locais brilhantes, barulhentos, superpovoados, como o metrô da Cinelândia, por exemplo.
Deixe-os falando sem parar e no fim diga que não entendeu nada.
Grite, fale aos berros.
Conte os seus "segredos" deixe-os ficar emocionados com sua sinceridade, depois ria e pergunte - "Mas você acreditou nisso?".
Convide-os para olhar as estrelas e fale sobre alíquotas de exportação e importação o tempo todo.
Arranhe o CD de Djavan deles, apague o cigarro no cristal que ele (a) usa para meditar, deixe cair sua máquina fotográfica, sublinhe os livros que pegou emprestados dele (a).
Escolha filmes violentos.
Repita sempre que este negócio de romance, flores e bombons é tudo coisa de boiola.
E pergunte sempre - "Você não vai tomar um banho antes de dormir?"