Blogger Backgrounds

quarta-feira, 31 de março de 2010

A GENEROSIDADE

Quanto mais caminho, mais percebo o quanto o mundo anda sedento. As pessoas correm, sofrem, se desesperam e continuam buscando a felicidade como se essa fosse apenas uma miragem nesse imenso deserto que a vida se transformou.

Há muita gente no mundo, milhares e milhares. Portanto, a solidão continua assolando vidas, maltratando corações que, no fim do dia e das contas acabam desacreditando nas portas que se abrem a elas. Cada qual pensa no próprio eu e todo mundo se isola. Enquanto isso, a vida continua, cresce a indiferença, cresce o desamor, multiplicam-se as depressões e incompreensões. As pessoas sentem-se vazias e reagem como pessoas vazias. Vazias, pelo menos, de amor e caridade, mas cheias de tristezas e desilusões.

Há, portanto, dentro de cada um de nós um poço de possibilidades e compartilhar de si é deixar-se um pouquinho em cada um. Só não tem nada para oferecer quem possui um coração vazio, não as mãos. E acabar com a solidão de alguém é contribuir para o fim da própria solidão. Oferecer a esperança é dar-se a si uma nova chance, é reabrir portas, é descobrir o novo e entregar-se a ele.

Há melhor presente no mundo que o dom de si? Há coisa mais bonita que saciar o coração de alguém? Devolver a esperança, por menor que seja ela, é dar às pessoas a oportunidade de descobrir o outro lado da vida, aquele que, embora um pouco esquecido, ainda existe.

O dia tem 24 horas e parece muitas vezes que são insuficientes para fazermos tudo o que temos que fazer. Lamentamos a falta de tempo para isso ou aquilo e pensamos que um dia, quem sabe, se atingirmos a bênção da velhice tranqüila, poderemos dar um pouco mais de nós aos outros. Quanto engano!!!

Podemos dar de nós a cada dia e a cada hora, agindo com o coração e tendo uma atitude que nos torna diferentes em qualquer lugar. Pode-se resistir ao ódio por muito tempo, mas quem resiste à ternura, ao afeto, ao amor e à boa-vontade?

Quando as pessoas agirem com menos egoísmo e ao invés de ruminarem a própria infelicidade começarem a agir para o bem do próximo, as doenças da alma começarão a encontrar a cura e o amanhecer terá para cada um de nós um outro rosto, mais sereno, mais amigo e mais esperado.


(Letícia Thompson)

segunda-feira, 29 de março de 2010

UMA ORAÇÃO PARA INICIAR A SEMANA

ORAÇÃO DE PAZ

Em tudo o que ames,
Deus te conduza.

Com que vivas,
Deus te aperfeiçoe.

No que saibas,
Deus te aproveite.

Onde fales,
Deus te inspire.

No que faças,
Deus te esclareça.

Em tudo o que peças,
Deus te dê o melhor.

EMMANUEL, psicografia de Chico Xavier, recebida em 14 de maio de 1975, em Uberaba, Minas Gerais.

terça-feira, 23 de março de 2010

SINÓPSE DO FILME "AS NOITES DE CABÍRIA"

Título Original: Notti di Cabiria, Le

Gênero: Drama
Origem/Ano: ITA-FRA/1957
Direção: Federico Fellini

Sinopse: Esta obra de Fellini conta a história de Cabíria, uma prostituta de Roma que sonha em se casar e deixar a vida que leva, mas é obrigada a viver na marginalidade. No geral o filme fala das ilusões e desapontamentos de Cabíria (Giulietta Masina). A protagonista chega até a encontrar o que considera seu príncipe encantado. O final é surpreendente e sensível. Giulieta Masina, esposa de Fellini e que interpretou Cabíria, ganhou o prêmio de melhor atriz no Festival de Veneza de 1957. Embora considerado neo-realista, o filme já evidencia, segundo o Guia do cinema, "a fantasia existencial de Fellini na investigação do cinema fantasmático (ilusório, fantástico), que será sua forte característica no anos 60".
 
FOTOS
 
 

SINOPSE DO FILME "SONHOS"

Título Original: Akira Kurosawa's Dreams / Yume

Gênero: Drama
Origem/Ano: JAP-EUA/1990
Duração: 119 min
Direção: Akira Kurosawa / lshirô Honda

Sinopse: Filme do cineasta japonês Akira Kurosawa, Sonhos trata - em sua maior parte - da natureza e sua relação com o egoísmo humano, da destruição imposta a si mesmo e ao planeta.


São oito episódios, alguns sobre as experiências vividas pelos japoneses após a 11 Guerra Mundial, como O Túnel. O trauma das bombas atômicas de Hiroshima e Nagasaki, por exemplo, é nítido nos episódios O Demônio Chorão e Monte Fuji em Vermelho. Este último, apesar de tratar de um assunto pesado, tem belas imagens formadas pelas nuvens de radioatividade coloridas (O Amarelo do Estrônio 90, o violeta do Césio 137 e o vermelho do Plutônio 239).

O fascínio do diretor pelo pintor Vincent Van Gogh também está presente. É retratado em Corvos, no qual um homem, ao admirar um quadro do artista, é levado para dentro da obra. Além de passear pelas pinturas do ídolo ao som da 9a sinfonia de Beethoven, recebe uma lição de pintura do holandês: só é capaz de pintar aquele se envolve com a natureza, que a admira e segue a beleza que ela tem a oferecer.

Outro capítulo marcante é Pomar de Pêssegos.Levado por uma estranha força ao local onde ficava o pomar de pêssegos de sua família, um garoto encontra o imperador japonês e seus súditos numa espécie de morro cortado em patamares - o que remete à tradicional hierarquia japonesa. Eles estão preparados para dançar e celebrar "O Dia da Boneca", ou seja, o florescimento dos pessegueiros, pois os bonecos representam os espíritos das árvores. Porém todas foram cortadas e não há mais o que celebrar. Acusado de egoísta pelo imperador, o garoto puro chora a morte das árvores. Como prova de comoção eles dançam uma calma e sincronizada dança. Nesse momento começa a chover pétalas de flores de pêssego e no local em que estavam as pessoas surgem lindas árvores floridas.

Além desses, Sonhos ainda traz os episódios O Sol em meio à Chuva, A Nevasca e Povoado de Moinhos - este último com uma mensagem aos seres humanos capitalistas. Um velho sábio fala ao moço da cidade grande sobre as coisas que considera as mais importantes na vida de uma pessoa: a água e o ar puro.

De que adianta tanto conforto proporcionado pelas invenções da modernidade, se não há mais paz e se as pessoas esqueceram que preservar a natureza é fundamental? O filme termina com uma lição: um cortejo festivo para celebrar a morte de uma senhora de 99 anos - afinal,  nada mais justo do que se despedir de uma pessoa que viveu muito bem e de forma completa com dança e música.

(Distribuidora em Vídeo e DVD: Warner)

FOTOS

MEUS FILMES FAVORITOS

Hoje pela manhã, lendo o jornal, fiquei sabendo do centenário de AKIRA KUROSAWA, quem fez meu filme preferido: SONHOS. Já assisti a ele muitas, muitas vezes e sempre me encanto com a leveza, a beleza, a sensibilidade das imagens e do quê elas me transmitem.

Já indiquei SONHOS para muitas pessoas mas, a maioria diz que é chato, monótono... Pois é, gostos não podem ser discutidos, já que outros filmes me são indicados como maravilhosos e também não gosto deles...

Outro do qual gosto muito é NOITES DE CABÍRIA, que também já assisti muitas, muitas vezes.

Nós, de repente, escolhemos músicas, poesias, filmes, atores, como nossos preferidos e nem temos uma razão... Apenas gostamos...

É isso...

segunda-feira, 22 de março de 2010

UMA PRECE PELA MENINA

Os canais de televisão fazem plantão, os curiosos cercam o Fórum de Santana. Todos querem saber o que estaria acontecendo, quem estaria depondo, o que estaria falando...

Imagino o estresse que as famílias dos envolvidos têm passado durante todo o tempo, desde o acontecido até hoje. Quer dizer, acho que não imagino não...

Fico pensando mesmo é na pequena Isabella, em todas essas vibrações...  Seu espírito certamente está amparado pelos amigos espirituais, fazendo com que ela não se perturbe com o que está acontecendo por aqui.

Que façamos nossas orações endereçadas a ela, para que receba o auxílio e que fique serena.

Que Maria a proteja.

sábado, 20 de março de 2010

ÊTA MACAQUINHA DANADA!!!



Pois é, e não é que a macaca ganhou do Palmeiras??? Na casa do Palmeiras... 2 x 0, fora um penalti que ela não quis que desse certo, afinal, respeito pelo adversário é importante... Onde já se viu chegar na casa do outro e ir batendo, batendo???

Vamos ver se agora essa doce senhora se fortaleça e suba mais um pouco na tabela...

Vou ficar na torcida!!!

MÚSICA, MÚSICOS, VÍDEO ESPETACULARES!!!

TRABALHO VOLUNTÁRIO - COMO AJUDAR

Cada vez mais brasileiros doam parte de seu tempo a atividades comunitárias

O Brasil tem um batalhão de pessoas que doam parte de seu tempo, trabalho e talento a causas de interesse comunitário. De acordo com uma pesquisa divulgada neste mês pelo Ibope, 25 milhões de brasileiros realizaram trabalho voluntário entre abril e junho. Segundo os especialistas em voluntariado, o crescimento do número de envolvidos em projetos sociais se deve a algumas certezas recentes confirmadas por amplos setores sociais. A primeira é que não vale a pena esperar pela ação de um governo que, embora arrecade muito, gasta mal e deixa vazar bastante dinheiro pelos ralos da corrupção. Outra é que a mera doação financeira para entidades de ação social pode, na verdade, apenas alimentar estruturas burocráticas mais engajadas em marketing do que em atitude. A terceira é que pequenas atitudes individuais, quando somadas, representam grandes resultados. "Formou-se a consciência de que, para ajudar, basta começar com os problemas de sua região", diz Maria Lúcia Meirelles Reis, diretora do Centro de Voluntariado de São Paulo, entidade que presta assistência a grupos de trabalho voluntário. Ou seja, mesmo atividades como incentivar a coleta seletiva de lixo num bairro, participar de campanhas de doação de sangue, pintar o muro da escola e ajudar a cuidar de um jardim público são ações que fazem diferença.

Quando o interesse é tornar-se voluntário numa atividade mais complexa, como a assistência social, cabe, antes da inscrição num programa, considerar algumas condições preliminares. Isso evita a repetição de um dos maiores problemas detectados em grupos de ação voluntária: a falta de continuidade. "Não honrar o combinado, em vez de ajudar, pode prejudicar a organização", diz Stephen Kanitz, colunista de VEJA e um dos maiores especialistas em filantropia no país, idealizador do site filantropia.org. No quadro abaixo, algumas sugestões dos especialistas para quem deseja tornar-se e se manter voluntário.

Um guia para começar

• Listar atividades que gosta de fazer, para que o trabalho seja realizado com prazer
• Calcular o tempo de que dispõe e a periodicidade com a qual se pode comprometer
• Ir a um centro de voluntariado de sua cidade ou pesquisar diversas opções na internet. Sites como voluntarios.com.br, voluntariado.org.br e portaldovoluntario.org.br têm um amplo banco de dados
• Visitar as instituições, conversar com os responsáveis e verificar se as necessidades de cada organização coincidem com suas possibilidades
• Escolher uma entidade próxima de casa ou do trabalho

Onde oferecer apoio

Segundo o site especializado filantropia.org, 10 milhões de brasileiros adultos pretendem doar parte de seu tempo às causas sociais. Entre os jovens esse número é ainda maior: 14 milhões desejam ser voluntários, mas não sabem por onde começar. Conhecer as entidades pode ser o primeiro passo para colocar a mão na massa. A lista apresenta algumas das principais instituições do país que, em geral, aceitam candidatos sem restrição quanto ao perfil profissional.

Fundação Abrinq
A entidade promove a defesa dos direitos da criança e do adolescente com projetos nas áreas de educação, saúde, erradicação do trabalho infantil, inclusão digital, entre outras. Candidatos preenchem um formulário no site.
www.fundabrinq.org.br

Amigos da Escola
O programa contribui com a educação pública fundamental por meio do incentivo à participação de voluntários em atividades extracurriculares. Escolas públicas e secretarias municipais de educação informam como participar.
www.amigosdaescola.com.br

Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD)
Atua no tratamento e na reabilitação de portadores de deficiência física. Beneficia mais de 5 000 pessoas nos centros de reabilitação de cinco estados. Precisa de voluntários com disponibilidade de quatro a seis horas contínuas uma vez por semana, depois de fazer curso de 32 horas. O cadastro é feito pelo telefone (11) 5576-0811.
www.aacd.org.br

Associação Viva e Deixe Viver
Atende crianças e adolescentes hospitalizados com a realização de brincadeiras, estímulo à leitura e apoio educacional. Atua em sete estados. O formulário para a inscrição está no site.
www.vivaedeixeviver.org.br

SOS Mata Atlântica
Desenvolve projetos de educação ambiental, recursos hídricos, ecoturismo e denuncia agressões ao meio ambiente. É preciso participar de uma reunião de integração. As datas são divulgadas no site.
www.sosmatatlantica.org.br

Visão Mundial
Desenvolve projetos em regiões pobres do Nordeste, Vale do Jequitinhonha, Minas Gerais, Amazonas, Tocantins e nas regiões metropolitanas de São Paulo e Rio de Janeiro. Está presente em aproximadamente 100 países. Para ser voluntário, preenche-se um cadastro no site.
www.visaomundial.org.br

Outras instituições onde oferecer trabalho voluntário:

Aldeias Infantis SOS (www.aldeiasinfantis.org.br)
Forma lares para crianças em situação de risco social e desenvolve um programa que engloba assistência médica e odontológica, formação acadêmica e profissional e integração à sociedade.
Para ser voluntário: entrar em contato com a instituição ou centro social mais próximo (relação no site) ou ligar para 0800-160633

APAE - Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (www.apaebrasil.org.br)
Criada há 51 anos, atende a mais de 230.000 portadores de deficiência mental. Tem cerca de 2.000 escolas no pais.
Para ser voluntário: procurar a unidade mais próxima e assinar um termo de compromisso.

Fundação Gol de Letra (www.goldeletra.org.br)
Contribui com a formação educacional e cultural de crianças e adolescentes com atividades como dança, teatro, leitura, informática e esportes.
Para ser voluntário: preencher um formulário no site

Fundo Cristão para Crianças (www.fundocristao.com.br)
Promove o desenvolvimento de crianças e adolescentes nas áreas de educação, saúde, nutrição e trabalho comunitário. Atua em 31 países.
Para ser voluntário: entrar em contato com a sede da instituição no telefone (31) 3279-7400

ONG Viva Rio (www.vivario.org.br)
Desenvolve campanhas de paz e projetos sociais nas áreas de direitos humanos, segurança pública, educação, esportes e meio ambiente.
Para ser voluntário: preencher um formulário no site www.servoluntario.com.br

Pastoral da Criança (www.pastoraldacrianca.org.br)
Desenvolve ações com crianças e comunidades na área de saúde, nutrição, educação, geração de renda e pesquisas. Está presente nas periferias das grandes cidades e nos bolsões de pobreza dos pequenos e médios municípios brasileiros.
Para ser voluntário: entrar em contato com a coordenação da diocese de seu município (relação no site da entidade)

Sou da Paz (www.soudapaz.org.br)
Contribui para a efetivação de políticas públicas de segurança e para a prevenção da violência. Realiza campanhas, manifestações e projetos nas regiões mais violentas da Grande São Paulo.
Para ser voluntário: preencher um cadastro no site

Vagas no mundo inteiro

As maiores instituições filantrópicas estrangeiras têm escritórios no Brasil e recrutam voluntários. Em algumas delas é possível se candidatar a uma vaga no exterior. Mas antes de se animar com a possibilidade de fazer turismo de graça é bom saber que a maioria conta com programas de seleção e treinamento rigorosos, para aceitar e manter em atividade aqueles que realmente pretendem fazer mais pelas pessoas atendidas do que por si mesmos. Também é preciso encaixar-se no perfil adequado às necessidades da instituição.  

Caritas Internationalis
Presente em 198 países, realiza campanhas e projetos para pessoas excluídas. Os candidatos devem procurar a unidade mais próxima ou entrar em contato com a sede nacional.
www.caritas.org.br  

Greenpeace
Para ser voluntário no exterior é preciso ter visto de trabalho na União Européia. Também é possível atuar em projetos no Brasil. É necessário preencher um formulário e passar por uma entrevista e uma dinâmica de grupo.
www.greenpeace.org.br

Médicos sem Fronteiras
Leva atendimento médico a vítimas de catástrofes, conflitos, epidemias e exclusão social. Atua em cerca de setenta países. Os voluntários precisam ter curso superior, domínio do inglês e de uma segunda língua. O processo de seleção é feito apenas em alguns escritórios no exterior. É necessário enviar o currículo e uma carta de intenção em inglês por e-mail.
www.msf.org.br

Cruz Vermelha
O Comitê Internacional protege vítimas de guerra. Os interessados devem procurar o escritório mais próximo.
www.cvb.org.br

Students Partnership Worldwide
Recruta jovens entre 18 e 28 anos para trabalhar em projetos na África e na Ásia. Deve-se preencher um formulário no site.
www.spw.org

 azer o bem faz bem à saúde 

Envolver-se em causas sociais não traz vantagens apenas para quem é ajudado. Uma pesquisa da Universidade de Michigan, nos EUA, constatou que a expectativa de vida é maior entre as pessoas que fazem trabalho voluntário. Empresas também costumam ver com bons olhos os funcionários que têm uma atividade do gênero. Segundo a consultora Patrícia Fadini, da Manager Assessoria de Recursos Humanos, o voluntariado:  

  • estimula o trabalho em equipe, a liderança e a criatividade;  
  • aumenta a rede de contatos dentro da empresa e na comunidade;  
  • oferece novos desafios em situações que fogem da rotina de trabalho;  
  • reforça as condições emocionais e leva a pessoa a pensar nas conseqüências de seus atos.
Extraído da Revista Veja

E, além dessas instituições, existem muitas outras...  SEJA UM VOLUNTÁRIO!!!               

sábado, 6 de março de 2010

FELICIDADE

Ela veio bater à minha porta
e falou-me, a sorrir, subindo a escada:
"Bom dia, árvore velha e desfolhada!"
E eu respondi: "Bom dia, folha morta!"

Entrou: e nunca mais me disse nada...
Até que um dia (quando, pouco importa!)
houve canções na ramaria torta
e houve bandos de noivos pela estrada...

Então, chamou-me e disse: "Vou-me embora!
Sou a Felicidade! Vive agora
da lembrança do muito que te fiz!"

E foi assim que, em plena primavera,
só quando ela partiu, contou quem era...
E nunca mais eu me senti feliz!

Guilherme de Almeda (Campinas, SP - 24/7/1890; São Paulo, SP - 11/7/1969. Em 1958, foi coroado o quarto "Príncipe dos Poetas Brasileiros" (depois de Bilac, Alberto de Oliveira e Olegário Mariano).



Aprendi a gostar dessa poesia com minha mãe... Ela sempre me dizia: "Mima, você precisa conhecer as poesias de Guilherme de Almeida que, além de ser um grande e inspirado poeta, é nosso conterrâneo... nasceu em Campinas..."
E, ela tinha mesmo muita razão... essa poesia, em particular, é das que gosto mais...
 
Tomara que gostem também...

quarta-feira, 3 de março de 2010

CONVITE - Lia Luft

Não sou a areia
onde se desenha um par de asas
ou grades diante de uma janela.

Não sou apenas a pedra que rola
nas marés do mundo,
em cada praia renascendo outra.

Sou a orelha encostada na concha
da vida, sou construção e desmoronamento,
servo e senhor, e sou mistério

A quatro mãos escrevemos este roteiro
para o palco de meu tempo:
o meu destino e eu.

Nem sempre estamos afinados,
nem sempre nos levamos
a sério.

Em entrevista a Paulo Eduardo de Vasconcellos, na revista "Veredas", ao ser perguntada sobre o que é seu novo livro, respondeu:

"Não sei. Começo exatamente perguntando que livro é este. Não é um ensaio porque não sou acadêmica. Não é ficção porque não é inventado. É o resultado de idéias que vão surgindo, de novas linguagens, novas coisas a serem ditas, mas ainda sem nome. Não sei o que é. É pensamento talvez, não sei explicar. A semente foi uma vontade de escrever sobre a maturidade. Vivemos numa sociedade que por um lado tem coisas dramáticas e trágicas, e por outro está imbuída de uma futilidade angustiante. Não só das mulheres na busca da eterna juventude — algo pobre, triste. As pessoas passam a não saborear os 40 anos, os 60, têm pavor dos 70, aos 80 já gostariam de ter morrido. São como um carro rodando com os faróis voltados para trás."

Extraído do livro "Perdas & Ganhos", Editora Record - Rio de Janeiro, 2003, pág. 12.