Blogger Backgrounds

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Donizete Galvão, meu amigo poeta


Donizete Galvão nasceu em Borda da Mata, pequena cidade do Sul de Minas, em 24 de agosto de 1955.

Seu primeiro contato com a poesia foi a leitura do poema "Infância", de Carlos Drummond de Andrade no segundo ano primário. Mais tarde descobriu a poesia de Fernando Pessoa, Manuel Bandeira, João Cabral de Melo Neto. Admira, desde então, a poesia de Dante Milano e do mineiro Emílio Moura.

Entre suas preferências, além da presença magna de Carlos Drummond de Andrade, estão os poetas Kafávis, W.B. Yeats, Octavio Paz , Jorge Luis Borges e Elizabeth Bishop.

Na poesia brasileira contemporânea tem admiração pelo trabalho dos poetas Ivan Junqueira, Armando Freitas Filho, Hilda Hilst, Sebastião Uchoa Leite entre outros. Aponta também como exemplo da vitalidade da poesia brasileira as obras de Ruy Proença, Fábio Weintraub, Heitor Ferraz, Ronald Polito, Sérgio Alcides e Iacyr Anderson Freitas.

ORAÇÃO NATURAL

Fique atento
ao ritmo,
aos movimentos
do peixe no anzol.

Fique atento
às falas
das pessoas
que só dizem
o necessário.

Fique atento
aos sulcos
de sal
de sua face.

Fique atento
aos frutos tardios
que pendem
da memória.

Fique atento
às raízes
que se trançam
em seu coração.

Fique atento.
A atenção
é sua forma natural
de oração.

Um comentário:

being fashion is... disse...

opa, jah sou seguidora tbm
beijos..