Blogger Backgrounds

quinta-feira, 24 de maio de 2012

INGRATIDÃO

Nunca mais me esqueci!... Eu era criança
E em meu velho quintal, ao sol nascente,
Plantei, com a minha mão ingênua e mansa,
Uma linda amendoeira adolescente.

Era a mais rútila e íntima esperança...
Cresceu... cresceu... e, aos poucos, suavemente,
Pendeu os ramos sobre um muro em frente
E foi frutificar na vizinhança...

Daí por diante, pela vida inteira,
Todas as grandes árvores que em minhas
Terras, num sonho esplêndido semeio,

Como aquela magnífica amendoeira,
Eflorescem nas chácaras vizinhas
E vão dar frutos no pomar alheio...




RAUL DE LEONI
Transcrito de "Luz Mediterrânea". pp. 73-73

RAUL DE LEONI
Petrópolis, RJ, 1895 - Itaipava, RJ, 1926

Nenhum comentário: